quarta-feira, 23 de maio de 2007

# 200 & 201 - Histórias de chás (continuação)...







«E satisfazendo à primeira determinação do mesmo augusto senhor, remeto agora pela fragata "Cisne" dois caixotes com a planta do chá, cuja vegetação é muito fácil nestes sítios produzindo sem outra alguma cultura, por entre pedras, como eu já pessoalmente examinei; porém as pessoas que por curiosidade o têm, não fazem desta planta o maior apreço, por lhes ser inteiramente incógnito o modo de o secarem para poder chegar àquela consistência, que tem o chá que veio da Índia, e por isso abandonam esta planta de tanta utilidade, o que não aconteceria se tivessem quem lhes prescrevesse o método preciso para o fazerem chegar à sua última perfeição.»


Pulseira em tecido, com cetim, botões vários, metais, missangas e contas várias.
Brincos em metal, com contas várias.

Peças encomendadas por I., para oferecer a R.

1 comentário:

Pratas disse...

Muito bonita! Original!

Cadê essa gente que tanto vem ao teu site e não comenta?? :)